Vidro temperado

por klauzer17@ klauzer17@ Nenhum comentário

Vidro Temperado x Vidro Laminado: Como escolher?

Conheça as características de cada um

Em tempos de economia de energia, especialmente no que se refere ao aproveitamento da luz natural nos projetos de decoração, o vidro de segurança tem ampliado as suas possibilidades para bem além do seu uso convencional que se restringia a boxes de banheiros ou portas divisórias.

Leia mais

por klauzer17@ klauzer17@ Nenhum comentário

Qual modelo de janela combina mais com o seu projeto?

Já falamos de alguns modelos de janela, agora conheça outros cinco

1. Janelas maxim-ares O nome pode parecer diferente, mas é um modelo bastante utilizado. O modelo abre para fora e por ter diferentes tamanhos pode ser facilmente usada em ambientes pequenos. Esse tipo é muito utilizada em banheiro, área de serviço e em algumas cozinhas que possuem espaço reduzido. Os modelos maxim-ar também podem ser usados em salas.

janelas maxim- ares vários tipos

2. Jan. de abrir modelo que abre para fora (é raro, mas também há modelos que abrem para dentro), pois são fixadas em batentes e tem rotação vertical no eixo. Esse tipo  é mais usual em quartos.

janelas de abrir em vários modelos

3. Jan. guilhotina  O modelo é mais comum de casas antigas, mas atualmente alguns modelos mais moderninhos de janela guilhotina já podem ser encontrados nas lojas. O modelo costuma ser de vidro, e é preciso um pouquinho de força para empurrar uma das partes para cima. Alguns modelinhos até possuem duas folhas que se abrem para fora, assim é possível instalar a janela no quarto para impedir a entrada de sol.

Resultado de imagem para janela guilhotina

4. Jan. camarão quando aberta tem as folhas (partes da janela) dobradas. O modelo costuma ser ideal para janelas compridas e deixa a janela charmosa ao ser aberta. A janela camarão pode ser instalada em quartos e sala.

modelo de janela camarão com folhas de vidro

5. Jan. de tombar Como o próprio nome já diz, ao abrir a janela a impressão que se tem é que ela tombou. A base inferior é fixa, e ela é movimentada na parte de cima, abrindo para dentro.

foto com grandes janelas de tombar

por klauzer17@ klauzer17@ Nenhum comentário

Fachadas com vidro: inspire-se nestas ideias

Fachadas com vidro: uma das melhores maneiras de valorizar um imóvel é investir na decoração da fachada. Ela é o cartão de visitas, e merece cuidados especiais. A decoração pode ser feita com o uso de diversos materiais: tijolinho aparente, placas de madeira, revestimento de gesso, flores e arbustos, mas, principalmente, vidros. São eles que garantem a beleza e o charme da sua casa.

Leia mais

por klauzer17@ klauzer17@ Nenhum comentário

Fachadas em vidro para você se inspirar

Projeto de fachadas em vidro

Fachadas em vidro e outros revestimentos dão sofisticação à aparência da casa. Combinados com linhas retas e texturas lisas, pode-se alcançar um belo projeto. Se você quer valorizar o seu imóvel, não deixe de projetar a fachada com o devido cuidado. Ela é o cartão de visitas de uma casa e demonstra a personalidade e o estilo do proprietário.

A fachada para uma obra arquitetônica é o principal item a ser trabalhado, pois é ela o primeiro contato que temos com a residência. Ao projetar uma casa térrea, não é diferente. Hoje ela é a preferida por muitas pessoas por ser prática e funcional, possui um único piso e em relação à construção, trata-se de uma opçnao mais econômica devido a sua estrutura mais leve.

Imagem 1 – Casa térrea moderna de concreto e revestimento frontal de madeira.

O revestimento de madeira deixa a fachada deste grande volume de concreto em evidência. No centro, a porta pivotante moderna em um espaço retraído com painéis de vidro e duas cadeiras modernas.

Imagem 4 – Projeto com área vazada para convivência permitindo ampla ventilação do ambiente.

Imagem 5 – Projeto de casa térrea em grande área verde.

Imagem 6 – Casa térrea com painéis de vidro.

Imagem 8 – Casa térrea com painéis de vidro.

Imagem 9 – Casa térrea com estilo industrial.

Imagem 10 – Projeto com volume retangular de concreto.

Imagem 11 – Casa térrea com estrutura metálica e deck de madeira.

por klauzer17@ klauzer17@ Nenhum comentário

Modelos de guarda-corpos para você se inspirar

10 modelos de guarda-corpos para inspiração

Qual o modelo e material ideal para a sua casa? Seja de madeira, inox, ferro ou vidro… Tudo vai depender do estilo e decoração do ambiente. Por isso, separamos modelos de guarda-corpos em diferentes composições e combinações parar você escolher os seus preferidos e utilizar como inspiração:

1. Despojado e super discreto

FOTO: REPRODUÇÃO /PESSOA ARQUITETOS

Os guarda-corpos de ferro forjado acompanharam o estilo industrial da escada e ficaram ao mesmo tempo discretos, simples e charmosos.

2. Para uma decoração estilosa, aposte nas curvas

FOTO: REPRODUÇÃO /BERNARDES ARQUITETURA

Para ganhar uma pegada mais moderna e estilosa, o guarda-corpo de gesso ganhou um formato arredondando e cheio de curva.

3. Pé direito alto e cores neutras em uma decoração clean

FOTO: REPRODUÇÃO /FELIPE HESS

O guarda-corpo de ferro em linhas retas é uma ótima opção para quem quer algo discreto. Nessa composição, ele harmonizou perfeitamente com a paleta de cores em tons neutros da sala.

4. Combinando com o piso e com o corrimão

FOTO: REPRODUÇÃO /SANDRA PICCIOTTO

Aqui o guarda-corpo, corrimão e pisos de madeira se destacaram na parede e tetos de cor branca, formando uma bonita paleta de cores. Além disso, a escolha pelo mesmo material para os três itens, dá a sensação de continuidade e aumenta a amplitude visual.

5. Fachada com guarda-corpo de madeira em destaque

FOTO: REPRODUÇÃO /REINACH MENDONÇA

A fachada dessa casa priorizou o pé direito alto e vãos amplos e fluidos. O guarda-corpo de madeira sem grandes aberturas ficou em destaque e garantiu privacidade aos cômodos do segundo andar.

6. Decoração em estilo industrial

FOTO: REPRODUÇÃO /OD VO

Para quem gosta de uma pegada mais industrial, o guarda-corpo de ferro é sempre uma excelente opção. Nessa combinação, as paredes brancas e o chão cinza deixaram o guarda-corpo em destaque, mas ao mesmo tempo, discreto.

7. Apartamento com cor branca predominante

FOTO: REPRODUÇÃO /ANTONIO ARMANDO DE ARAUJO

Esse apartamento com predomínio da cor branca recebeu um guarda-corpo da mesma cor para combinar. O destaque da decoração fica por conta dos objetos e móveis.

8. Fachada com madeira e guarda-corpo vazado

FOTO: REPRODUÇÃO /REINACH MENDONÇA

Para quem deseja fluidez e integração de espaços, o guarda-corpo vazado é uma ótima pedida. Nesse exemplo, o modelo de madeira combinou com o material das paredes e teto.

9. Quarto valorizando a paisagem externa

FOTO: REPRODUÇÃO /OFICINA CONCEITO ARQUITETURA

Em ambientes que valorizam a paisagem externa, o guarda-corpo de vidro é uma boa opção. Nesse quarto, a peça escolhida foi um guarda-corpo totalmente de vidro, preso ao chão por um batente baixinho de alvenaria.

10. Banco de madeira na fachada

FOTO: REPRODUÇÃO /JACOBSEN ARQUITETURA

E que tal um guarda-corpo que também funciona como banco? Nesse projeto, o guarda-corpo usado na varanda é um pouco mais baixo e largo que o convencional, além de proteger, pode ser usado como assento.

por klauzer17@ klauzer17@ Nenhum comentário

Como remover manchas de água dos vidros

Os depósitos de minerais como o cálcio, calcário, etc, podem causar manchas de água bastante desagradáveis em superfícies de vidro ou cerâmica  especialmente em cozinhas e casas-de-banho. Em seguida irá ver como remover estes pequenos resíduos.

COMO TIRAR MANCHAS DE ÁGUA DO VIDRO

Em primeiro lugar, nunca deverá usar produtos com cloro, lixívia ou ácidos. Se já tentou a típica água e sabão e não obteve resultados, experimente água quente e, em seguida, esfregue com uma esponja com vinagre branco. Depois, é só limpar o vidro com um pano limpo.

Um outro método cuja eficácia já foi testada é o misturar um pouco de detergente com álcool. Depois deverá enxaguar o vidro com água quente e, com um esponja, molhar a mistura e ir limpando o vidro. Depois do vidro ensaboado, enxaguar com água fria e deixar secar naturalmente.

Uma terceira forma: depois de esfregar o vidro e enxaguar, seque toda a superfície com um pano limpo e borrife com limpa-vidros.

 tirar manchas de água do vidro

LIMPEZA DO VIDRO POR CRISTALIZAÇÃO

Há quem recorra à cristalização do próprio vidro, lembre de usar bicarbonato de sódio na esponja.

Uma outra opção é misturar 1 copo de querosene e outro de álcool e sete copos de água. Basta misturar estes ingredientes e deixá-los numa garrafa. Depois de repousada poderá coloca-la num borrifador e aplicar na superfície que necessita de limpar, esfregando com uma esponja, Pode também utilizar esta “receita” para limpar azulejos.

VINAGRE BRANCO PARA TIRA MANCHAS DE ÁGUA DO VIDRO

Uma terceira opção: molhe a esponja no vinagre branco e passe no vidro, você verá o brilho.

Tal como em cristal, também muitas vezes utilizamos taças de vidro. Para retirar as persistentes manchas, deixe as taças dentro de um recipiente com uma mistura de água, detergente e algumas gotas de amoníaco de um dia para o outro.

por klauzer17@ klauzer17@ Nenhum comentário

Evite esses 4 erros para o acabamento perfeito

Acabamento: Já elencamos três erros que você deve evitar se deseja uma obra com boa qualidade. Aqui elencamos outros 4 pontos que vocês precisa tomar cuidado na hora da escolha:

1. Portas de madeira oca e semioca

Ao comprar portas de madeira fique atento para as folhas de portas ocas e semiocas, aquelas mais baratas. Eu comprei duas portas e ambas apresentaram o mesmo problema na preparação delas para o assentamento, ou seja, ela estufou, pois, é uma madeirinha bem fininha que reveste a porta. Portas de entrada ou locais onde possa haver umidade escolha madeira maciça.

Há basicamente três tipos de portas de madeira:

  • Oca: Quando ela é revestida de madeira e por dentro é oca. É a pior opção.
  • Semioca: Segue o mesmo princípio, mas ela tem enchimento de madeira também. Indicada para uso interno na casa, como portas de quartos e banheiro, por exemplo.
  • Maciça: Feita de madeira mesmo, ainda que seja de pedaços de madeira para formar desenhos e criar formas variadas, mas é madeira maciça. Esta é a melhor opção e consequentemente a mais cara. É indicada para portas de entrada ou locais onde há a possibilidade de receber umidade.

2. Largura das portas

Existem várias larguras de portas e é muito importante ficar atento a isto. Colocar porta muito estreita pode ser um erro grave. Pessoas com cadeiras de rodas podem ter dificuldades de se locomover, assim como a entrada de móveis e outros objetos maiores.

Portas de entrada devem ser mais largas, até para ter uma aparência melhor esteticamente. As internas podem ser mais estreitas, mas considere a necessidade.

As larguras mais comuns e padrão são as seguintes:

  • 2,10 x 0,70
  • 2,10 x 0,80
  • 2,10 x 0,90
  • 2,10 x 1,00
  • 2,15 x 1,20
  • Entre outras

3. Posição de portas e janelas

Outro erro pode estar relacionado à posição das portas e janelas. Se você for como eu que gosta de dormir com janelas abertas é importante pensar na posição dela em relação à cama para evitar que você acorde com o sol batendo no seu rosto, assim como a incidência de chuva e sol no período da tarde.

A janela da cozinha, por exemplo, deve ser pensada em termos de usabilidade e também na questão da posição do sol. Normalmente ela é colocada em cima da pia da cozinha.

Portas de entrada não devem ficar expostas ao sol e chuva se o produto for madeira ou ferro. Apenas a madeira maciça é mais resistente, mas no caso de chuva ainda assim é bom evitar. Se não houver cobertura para a porta, o ideal é que ela seja de alumínio.

4. Acabamento

Outro erro pode estar relacionado a forma como você dá o acabamento, especialmente em madeira. Lembro de quando fui envernizar as portas de uma casa que construí e não atentei para o fato de que a madeira arrepia quando se aplica o verniz e lixei a porta para depois aplicar o verniz. O resultado não ficou bom. O ideal é chamar um profissional de pintura para fazer um acabamento de qualidade, especialmente em portas e janelas de madeira.

No caso de janelas, o ideal são os modelos de alumínio branco que já vem prontas e com acabamento, sem contar que é um material que não sofre com ferrugem e a durabilidade é muito grande.

Há também uma tendência do uso de vidro ou o Blindex nas janelas. Já comentei sobre isso acima e creio que precisa ser muito bem avaliado esta opção pelos motivos já relatados. Já para os casos de sala, cozinha e escritório, por exemplo é uma ótima opção usar vidro.

Fonte: CasaDicas

por klauzer17@ klauzer17@ Nenhum comentário

Pele de Vidro: o que é esse tipo de fachada?

 Pele de vidro : vantagens e desvantagens

Não tem nada a ver com cútis – pelo menos não com a nossa, se é que posso dizer assim… Pele de vidro é um tipo de revestimento de fachada no qual é colocado uma espécie de esquadria de alumínio que recebe vidros laminados de aproximadamente 6 mm, geralmente coloridos.

A esquadria pode conter ainda chapas de alumínio e resina. E tem muito mais sobre pele de vidro, para você entender melhor como tirar proveito dela. O post só está começando… Vamos lá!

A pele de vidro, também chamada de fachada cortina estructural glazing, é perfeita para projetos de grande ou médio porte. E no Brasil é mais usada em edifícios corporativos, embora possa ser aplicada tranquilamente em residências.

Empresas, especialmente as multinacionais, costumam dar preferência a projetos como esse para conquistar pontos em selos de sustentabilidade. Portanto, a técnica é uma das preferidas dos que buscam certificações como estratégia de marketing.

O método permite que as estruturas de alumínio fiquem escondidas, ou seja, o visual é mais clean e leve, pois a fachada é completamente envidraçada – com vidros transparentes ou refletivos.

Mas não é só isso! As fachadas pele de vidro oferecem versatilidade, diferenciação entre os projetos, permitindo trabalhos como mosaicos, jateamento e vitrais.

 Para fixar o vidro por meio da técnica é utilizado um adesivo estrutural de 3M, uma fita dupla face altamente resistente.

por klauzer17@ klauzer17@ Nenhum comentário

Pele de vidro: fachada mais bonita e ambiente mais agradável

Pele de vidro: fachada mais bonita e ambiente mais agradável

peles-de-vidro-custo-jardim-alvorada

O método pele de vidro permite uma iluminação natural, além de ser muito atraente.

Ao escolher um material refletivo, o grande ponto positivo é a possibilidade de dispensar cortinas e persianas. Isso, sem comprometer o conforto térmico, permitindo a boa temperatura do ambiente.

A escolha do tipo de vidro precisa levar em consideração não somente a parte estética, mas também as necessidades essenciais de cada projeto.

Veja um resumo das vantagens e desvantagens da técnica pele de vidro:

• Redução do consumo de energia elétrica. Uma vez que as luzes e equipamentos de refrigeração passam a ser menos utilizados.
• Dinamização da logística do canteiro de obras, acelerando etapas.
• Permite criar fachadas com forte apelo visual, sendo encontrada especialmente em áreas ininterruptas.
• Maior segurança aos espaços. A aplicação de película proporciona ao vidro melhor resistência, além de privacidade aos que se encontram no interior.
• Auxilia na redução considerável da incidência dos raios ultravioletas, evitando o envelhecimento precoce.
• Um dos pontos negativos é o preço no Brasil, porque não há muita mão de obra especializada em sua aplicação.
• Outra desvantagem é que a pele de vidro estilo stick ou grid, por exemplo, precisa ser montada totalmente no canteiro de obra.

A pele de vidro tipo stick passa primeiro pela montagem da estrutura de fixação no prédio – depois, é feita a colagem dos vidros.

Já na versão unitizada da pele de vidro, os vidros são colados à estrutura ainda em fábrica.

Top