Mês: fevereiro 2018

por klauzer17@ klauzer17@ Nenhum comentário

Como remover manchas de água dos vidros

Os depósitos de minerais como o cálcio, calcário, etc, podem causar manchas de água bastante desagradáveis em superfícies de vidro ou cerâmica  especialmente em cozinhas e casas-de-banho. Em seguida irá ver como remover estes pequenos resíduos.

COMO TIRAR MANCHAS DE ÁGUA DO VIDRO

Em primeiro lugar, nunca deverá usar produtos com cloro, lixívia ou ácidos. Se já tentou a típica água e sabão e não obteve resultados, experimente água quente e, em seguida, esfregue com uma esponja com vinagre branco. Depois, é só limpar o vidro com um pano limpo.

Um outro método cuja eficácia já foi testada é o misturar um pouco de detergente com álcool. Depois deverá enxaguar o vidro com água quente e, com um esponja, molhar a mistura e ir limpando o vidro. Depois do vidro ensaboado, enxaguar com água fria e deixar secar naturalmente.

Uma terceira forma: depois de esfregar o vidro e enxaguar, seque toda a superfície com um pano limpo e borrife com limpa-vidros.

 tirar manchas de água do vidro

LIMPEZA DO VIDRO POR CRISTALIZAÇÃO

Há quem recorra à cristalização do próprio vidro, lembre de usar bicarbonato de sódio na esponja.

Uma outra opção é misturar 1 copo de querosene e outro de álcool e sete copos de água. Basta misturar estes ingredientes e deixá-los numa garrafa. Depois de repousada poderá coloca-la num borrifador e aplicar na superfície que necessita de limpar, esfregando com uma esponja, Pode também utilizar esta “receita” para limpar azulejos.

VINAGRE BRANCO PARA TIRA MANCHAS DE ÁGUA DO VIDRO

Uma terceira opção: molhe a esponja no vinagre branco e passe no vidro, você verá o brilho.

Tal como em cristal, também muitas vezes utilizamos taças de vidro. Para retirar as persistentes manchas, deixe as taças dentro de um recipiente com uma mistura de água, detergente e algumas gotas de amoníaco de um dia para o outro.

por klauzer17@ klauzer17@ Nenhum comentário

3 erros na escolha de portas e janela

Na construção civil, todo cuidado é pouco na hora de escolher os materiais que serão comprados. Mesmo no planejamento é necessário levar em consideração o correto uso de portas e janelas, por exemplo. Que são itens que podem apresentar problemas de usabilidade de mal feito. Veja abaixo 7 erros que você poderia incorrer na escolha de portas e janelas, mas poderá evitá-los.

1. Evite produtos muito baratos

Comprar portas e janelas baseado apenas no preço baixo pode ser o primeiro e mais primário erro que você pode cometer. As consequências podem ser graves e levar a um desconforto na hora de usá-los. Portas ou janelas que emperram na abertura, cupins, empenamento, infiltração de água, ferrugem e outros problemas podem ser as consequências.

Na construção da minha casa, eu tentei comprar uma porta barata para a entrada, mas não deu certo. Antes mesmo de colocar surgiram bolhas e ela teve de ser inutilizada (imagem abaixo). Ficou mais caro, por que além do que eu já tinha pago nela, tive que comprar outra, perder tempo e ter dor de cabeça.

Porta com defeito

2. Janela de vidro ou material opaco

Está na moda o uso do vidro, especialmente em janelas. Muitos tem optado por colocar janelas de vidro ou blindex nos quartos. Mas cuidado com esta escolha, pois ela pode ser um problema. O vidro é transparente e vai passar muita claridade a noite para dentro do quarto, mesmo com o uso de cortinas. Ainda assim considere que uma boa cortina que corte a luz e especialmente os raios ultravioletas do sol pode custar caro.

O uso de janelas de vidro é muito indicado para sala, escritórios, cozinha ou corredor, mas para dormitórios não sei se é a melhor opção.

Contudo é preciso ficar muito atento a questão da vedação em janelas de vidro, pois em muitos casos ela não é boa e não é incomum encontrarmos problemas de entrada de água por falta de uma boa vedação.

3. Tamanho da janela

Atente para o tamanho da janela e para isto considere o espaço de parede, tamanho do quarto e posição da mesma. Quartos muitos grandes com janelas pequenas podem ser esteticamente desagradável, bem como não promover a iluminação e ventilação necessária.

As medidas mais comuns para dormitórios são:

  • 1,00 x 1,50
  • 1,00 x 2,00
  • 1,00 x 1,20
  • 1,20 x 1,50
  • 1,20 x 2,00
  • 1,20 x 0,50

Para sala, cozinha, banheiro ou corredor é mais comuns as seguintes medidas:

  • 1,00 x 1,50
  • 1,00 x 2,00
  • 1,00 x 1,20
  • 1,20 x 1,50
  • 1,20 x 2,00
  • 0,60 x 0,80
  • 0,50 x 0,50
  • 0,40 x 0,60
  • 0,60 x 0,60

Fonte: CasaDicas

Top